A importância da vistoria na locação de um imóvel

A importância da vistoria na locação de um imóvel

Atualizado: 5 de Mai de 2019

A compra ou a locação de um imóvel requer muitos cuidados para que o futuro morador não se arrependa do negócio. A localidade, a vizinhança e a infraestrutura do bairro são itens sempre lembrados por qualquer um que esteja procurando um novo lugar para morar. Mas, antes de tudo, deve haver uma preocupação com a vistoria de imóveis.





Por meio de uma vistoria, observam-se os detalhes e as condições do imóvel. A vistoria de imóveis é indicada para quem está prestes a locar e deverá ser feita concomitante a assinatura do contrato!


O mercado imobiliário, acredita ser ideal contratar um profissional especializado para o procedimento com certificação para gerar um relatório completo e com fotos assim, de maneira imparcial, relatar o estado do imóvel.


Assim que é concluída, é comum que se emita o laudo de vistoria, um relatório que contém todas as informações a respeito das instalações do imóvel.


A importância da vistoria


A vistoria de imóveis é importante porque é uma garantia para as partes envolvidas na transação. Conforme o tipo de negócio (compra de imóveis ou locação), ela se presta a determinados objetivos e hoje falaremos de locação.


Locação de imóveis


Em um contrato de locação, não é obrigatório anexar um termo de vistoria; porém, essa prática é fortemente recomendada. Ao informar o estado de conservação do imóvel e de todos os itens instalados, o termo se torna uma ferramenta jurídica que resguarda o locador e o locatário.


Para que essa garantia seja possível, é preciso efetuar uma vistoria de entrada no imóvel e uma de saída dele. No momento da entrada, o termo caracteriza cada cômodo e cada acessório que nele se encontra. Além disso, descreve as características e o estado de conservação de pisos, paredes, armários, instalações elétrica e hidráulica, dentre outros.


O inquilino, se constatar algum problema decorrente do uso (problemas elétricos ou hidráulicos, por exemplo), pode acionar o locador para corrigir o problema. Se não houver correção, poderá, inclusive, requisitar o cancelamento do contrato. Se o defeito for algo leve, que não comprometa a sua estada, o locatário poderá exigir um anexo ao contrato informando a situação.


Outro momento importante que pode se realizar uma vistoria é na vigência do contrato, caso o locador receba denúncias de mau uso do imóvel.


Ao final do contrato de locação, o locador recebe o imóvel e um laudo com o estado em que ele foi devolvido. Se os detalhes e as especificações estiverem batendo com aquelas expostas no início do aluguel, não houve nenhum problema durante a estada do locatário. Por outro lado, se foram detectados defeitos decorrentes do uso anormal do inquilino, ele será responsável por repará-los antes de devolver as chaves.


E uma dica: sempre que houver alguma reforma no imóvel (requer autorização do proprietário) ou reparação de danos, é interessante realizar nova vistoria.



0 visualização
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram
app-store.png
play-store.png

©2019 orgulhosamente desenvolvido por Vistoriando.

São Paulo | Vila Olímpia | Brasil